Secular ou Cristão: Switchfoot

Switchfoot é muitas vezes mencionada como uma banda de rock cristão, em grande parte devido ao envolvimento da banda na cena do rock cristão no início de sua carreira. Mas a banda sempre rejeitou o título de cristã desde o começo da banda. “Para nós, o que conta é a fé, não o gênero”, diz Jon Foreman. “Nós sempre fomos abertos e honestos quanto a procedência de nossas canções. Para nós, estas canções são para todos. Nos rotular de rock cristão cria uma caixa que se fecha, deixando muitas pessoas de fora, e excluindo-as. Isto não é o que nós queremos fazer. Música sempre abriu a minha cabeça […]e isto é o que a gente quer.” Conclui Jon.
Como se espera, a letra de Jon evita evangelizar ou fazer declarações exclusivas de Fé, ou ainda qualquer menção de Jesus Cristo; em vez disto, ele questiona o status quo, investigando questões existencialistas através de diálogo socrático, questões filosóficas no qual ele responde perguntas com mais perguntas, explorando frustrações, ou simplesmente sendo inspirador. Esta maneira de abordar sua audiência resulta freqüentemente neles sendo descritos como uma banda de pessoas que gostam de pensar.

Mess of Me

A poesia de Jon é saudada pelos fans e críticos do tipo pela sua honestidade sincera, a qual é evidente pela avaliação dele da condição humana, e na disposição dele de não simplesmente abraçar a sua Fé, mas expressar dúvidas também. Como conseqüência, a base dos fãs da banda transcende crenças e estilos de vidas diferentes. Como nos dias de sua gravadora indie, eles ainda são distribuidos as lojas Cristãs através da Sparrow Records, portanto ainda estão sendo apresentados nas rádios e paradas de sucessos Cristãs, como também são presenteados com o Dove Awards, apesar de que eles assinaram (contrato) com a Columbia Records, uma gravadora do mercado da corrente principal. “(Ter assinado com a Columbia) foi uma realização de algo que nós queriamos desde o início,” Jon explica. “Quando nós assinamos (o contrato) com Re:think Records (uma gravadora independente), o objetivo era fazer nossa música chegar a todos. (Mas) quando Sparrow (um selo Cristão) comprou Re:think Records, ficou claro que nossa música não iria alcançar todo mundo. Como um Cristão, eu tenho muito a dizer dentro das paredes da igreja. Mas também, como um Cristão, eu tenho muito a dizer, igualmente, sobre a vida em geral… Então, para ser capaz de estar na Columbia e na Sparrow nos fez sentir como a realização dos dois lados do que a gente tinha a dizer. É um sonho que se tornou realidade ser capaz de ter canções que estão do lado de fora da caixa”.
Após o lançamento do álbum, The Beautiful Letdown, a banda temporariamente parou de tocar em festivais Cristãos e de dar entrevistas a organizações de princípios Cristãos, visto que eles perceberam que a especulação sobre a Fé deles era uma distração com a música que eles queriam fazer.

Dare You To Move

Três anos depois, eles retornaram a tocar em festivais Cristãos e até apareceram na capa da revista CCM, algo que eles recusavam fazer por anos (a revista originalmente chamada, Contemporary Christian Magazine, e após 2007, “CCM” passou a significar: Christ. Community. Music, pois o editor acreditava que o primeiro nome seria ofensivo).

This Is Home

Explore posts in the same categories: Secular x Cristão

Tags: ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: